slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Portela vence o carnaval do Rio depois de um jejum de 33 anos

Portela venceu o Carnaval de 2017; último título ocorreu em 1984 - Ricardo Moraes/Reuters


No Rio de Janeiro, depois de 33 anos, a Portela conquistou o título de campeã do carnaval, com o enredo “Foi um Rio que Passou em Minha Vida”.


Que surpresas guardam os envelopes dos jurados?

“Beija-Flor, é claro!”, afirma um torcedor.

“Estação Primeira de Mangueira”, diz outro torcedor.

Difícil arriscar. Ainda mais em um carnaval marcado por acidentes e imprevistos.

Antes do início da apuração, a Liga das Escolas de Samba anunciou uma decisão: em 2017, por causa dos acidentes, nenhuma escola deixaria o Grupo Especial.

“As escolas de samba do Grupo Especial decidiram manter todas as agremiações que disputaram o carnaval de 2017”, diz o representante da Liga das Escolas de Samba.

 Assim, em 2018, 13 escolas vão desfilar no Grupo Especial. E duas vão descer para a série A.

A cada nota, euforia de uns e decepção de outros. Mangueira e Portela saíram na frente. Mas a disputa acabou ficando entre Portela e Mocidade Independente de Padre Miguel.

O grito da vitória veio da azul de branco de Oswaldo Cruz.

Emoção, alegria de quem ficou 33 anos sem comemorar um título. É por isso que esse grito de "É campeã!" sai assim, com tanta força.

“Doído, sofrido, mas a Portela é assim: é guerreira!”, comemora o dirigente Serginho Procópio.

A Portela foi aplaudida nas quadras da Mocidade e da Mangueira. Em um carnaval que em último momento deixou de recordação uma imagem de união.

O Império Serrano, escola de Madureira, mesmo bairro da Portela, venceu a série A e, em 2018, vai desfilar no Grupo Especial do carnaval do Rio.


Clique aqui para ver o vídeo.

Fonte: Globo.com
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Poste um comentário:

0 comments: