slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Professores do RS têm o vencimento básico mais baixo do país

Charge de Gerson Kauer

Entre os Estados brasileiros, o Rio Grande do Sul é o que paga o menor vencimento básico inicial para os professores estaduais. A conclusão é de um levantamento feito junto às Secretarias de Educação de todas as unidades da federação, pelo jornal Zero Hora, em trabalho liderado pela jornalista Juliana Bublitz.

O jornal gaúcho pediu aos órgãos públicos que indicassem os valores atualizados destinados aos educadores no começo da carreira, por uma jornada de trabalho de 40 horas semanais, sem contar adicionais.

A comparação é complexa, pois algumas secretarias informam que o primeiro nível é ocupado por pessoas sem graduação (como no RS) e, outras, em menor número, por graduados – teoricamente mais bem remunerados. Além disso, Estados como o Espírito Santo transformaram a remuneração em subsídio, incorporando gratificações.

A pedido do jornal, as secretarias de Educação dos Estados informaram os valores básicos pagos aos professores em início de carreira, para uma jornada semanal de 40 horas. Nos casos em que a jornada era inferior, foi calculado o valor proporcional a 40 horas a fim de estabelecer um padrão de comparação. Em alguns Estados, os valores referem-se a professores com nível médio e, em outros, com graduação. Há Estados que estão extinguindo do quadro o profissional sem ensino superior.

Ainda assim, o RS aparece na lanterna. Para piorar, integra o trio que, segundo os dados oficiais, descumpre o piso – número questionado pela secretária-geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Marta Vanelli.

Ah! E um lembrete final: professores não ganham “auxílio-moradia”.
 
 

Fonte: Espaço Vital, notícias jurídicas
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Poste um comentário:

0 comments: