slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Visita europeia: Projeto canguçuense desperta atenção de organização alemã

Engenheiro agrônomo Stig Tanzmann é integrante da agência de cooperação internacional Pão para o Mundo. Ele visitou Canguçu para conhecer projeto de apoio à Agricultura Familiar


A Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) executado pelo município ganhou destaque durante a visita do engenheiro agrônomo alemão Stig Tanzmann, que esteve em Canguçu na última semana participando de reuniões e conversando com agricultores, líderes comunitários, dirigentes de cooperativas e membros da administração municipal.

Em 2014 a Prefeitura de Canguçu adquiriu R$ 300 mil em alimentos oriundos de 107 famílias de agricultores familiares. Os alimentos foram distribuídos em quatro etapas para 200 famílias urbanas enquadradas nos critérios de vulnerabilidade social e integrantes das associações da Vila Nova, Amigos da Cohab e Maneco Jorge. Além destes, os produtos também foram encaminhados para a APAE, Lar de Idosos Bom Samaritano, CAPS I e II, CRAS, CREAS, Casa da Criança e do Adolescente e para integrantes da Cooperativa de Reciclagem.

Na quinta-feira (13) ocorreu a distribuição da última cesta de alimentos deste ano. As 48 famílias cadastradas no bairro Maneco Jorge receberam 18 quilos de produtos, incluindo arroz, feijão, batata, cenoura, cebola, couve e sucos. A entrega foi acompanhada de perto por Stig Tanzmann, que veio ao Brasil em busca de alternativas como esta para serem implantadas em seu país.

Tanzmann também conheceu o trabalho desenvolvido pela Cooperativa União e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) executado pelo município. No final da tarde o engenheiro agrônomo se reuniu com o prefeito Gerson Nunes e demais membros da administração municipal, além de integrantes do Centro de Apoio ao Pequeno Agricultor (CAPA), Fundação Luterana de Diaconia (FLD) e Cooperativa União.

Conforme a secretária de educação, Ledeci Coutinho, o município passou a incentivar, a partir de 2013, a utilização de alimentos da agricultura familiar como merenda escolar, ao invés dos produtos industrializados, que eram tradicionalmente incluídos na dieta dos estudantes.

– Quando assumimos o governo notamos que havia um grande consumo de produtos não naturais nas escolas. Então nomeamos uma nutricionista, que cuida exclusivamente da alimentação escolar, e iniciamos um planejamento para mudar aquela realidade – explica.

Os resultados vieram rápido. Em 2014 a merenda escolar canguçuense alcançou o índice de 57% de produtos com origem na agricultura familiar. Apenas este ano o PNAE adquiriu R$ 572 mil em produtos deste seguimento. Os dois programas – PNAE e PAA – possibilitaram que 320 famílias canguçuenses comercializassem sua produção diretamente com a prefeitura local, eliminando o papel do intermediador e aumentando o rendimento para os agricultores.

– Nosso objetivo é ampliar ainda mais esse índice no próximo ano – projeta o prefeito.

Edenir Duarte é um dos exemplos de como esta política de governo está dando certo. Agricultor e diretor da Cooperativa União, ele também é pai de aluno e destaca o compromisso dos agricultores com uma alimentação saudável.

– Os agricultores familiares produzem um alimento comprometido com a qualidade e sem venenos. Sabemos que esse alimento será consumido por nossos filhos e familiares. É um contraponto às grandes empresas e estamos muito satisfeitos com com esse incentivo dado pela Prefeitura Municipal – elogia.

O visitante alemão elogiou a iniciativa do município. A agência Pão para o Mundo tem sede na Alemanha a apoia o trabalho de entidades brasileiras como o CAPA, que presta assistência para algumas famílias de agricultores canguçuenses. Foi através desta instituição que Tanzmann descobriu o projeto executado em Canguçu.

– Desejo que tenham muito sucesso no desenvolvimento deste trabalho, que é exemplo para todos nós – avaliou.

Durante sua permanência no município, o agrônomo se comunicou em inglês e contou com a ajuda de uma tradutora para dialogar com os canguçuenses. Tanzmann trabalha na área de Relações Políticas da PPM, com ênfase na produção agroecológica e na alimentação voltada à saúde. A iniciativa canguçuense foi um dos projetos analisados no Brasil e que poderá, em breve, chegar ao Velho Mundo, sendo implantada inicialmente na Alemanha.


Texto: Xiru Gonçalves/Prefeitura de Canguçu
Foto: Elias Silva e Xiru Gonçalves/Prefeitura de Canguçu

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Canguçu
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Poste um comentário:

0 comments: