slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Secretária de Planejamento esclarece o fim do convênio com ONG de proteção animal

Entidade exigia repasse mensal de aproximadamente R$ 30 mil. Valor é 14 vezes superior ao convênio mantido pela prefeitura com o Lar de Idosos

Durante entrevista à Rádio Liberdade nesta quarta-feira (26), a secretária de Planejamento, Aline Nunes, explicou os motivos que levaram o município a não renovar o convênio com a ONG Amigos de Morena Flor, entidade que se dedica ao acolhimento de cães e gatos.

A titular destacou que a atual administração foi a primeira a investir na ONG através de um convênio que repassava, mensalmente, quase R$ 13 mil.

– Na metade do ano este convênio venceu e acabou não sendo renovado porque a responsável pela entidade não aceitou mais o valor que vinha sendo pago pela prefeitura – esclareceu.

Segunda ela, apesar do apoio à causa animal, o município não pode retirar recursos de áreas mais urgentes para atender ao valor exigido.

– Umas das propostas apresentadas pela ONG era de que o município repassasse mensalmente R$ 30 mil. Outra reivindicação pedia que a prefeitura disponibilizasse um veículo com motorista. Isso foge da nossa realidade, já que nem o prefeito utiliza carro oficial ou motorista. Ele dirige o próprio veículo, justamente para economizar recursos públicos – explicou.

Conforme a secretária, entidades como APAE e Lar de Idosos estão na lista de conveniados com a prefeitura e recebem um valor bem menor do que o solicitado pela ONG.

Canguçu investe, com recursos próprios, cerca de R$ 2,1 mil mensais no Lar de Idosos. Para a APAE, o repasse é de R$ 5,5 mil ao ano. Entretanto, para cumprir as exigências da ONG de proteção animal, o município precisaria destinar R$ 360 mil por ano para a entidade.


Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Canguçu
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Poste um comentário:

0 comments: