slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Claudio Lamachia será candidato a presidente da OAB nacional

Marcelo G. Ribeiro - Jornal do Comércio

Depois de seis anos como presidente da OAB gaúcha e de três anos como vice-presidente da OAB nacional, o gaúcho Claudio Lamachia está com o apoio garantido de 26 da 27 Seccionais.

O que o Espaço Vital antecipou em maio deste ano - "Lamachia será o candidato da situação à presidência nacional da OAB" - está agora confirmado e foi costurado com mais abrangência durante a recente 22ª Conferência Nacional da Advocacia, no Rio de Janeiro.

Uma carta de apoio à candidatura de Claudio Lamachia a presidente da OAB nacional foi assinada pelos presidentes de 26 seccionais do país (todas, exceto São Paulo). A busca por apoio a candidaturas já é algo tradicional nas conferências da Advocacia, segundo figuras escoladas na política da Ordem.

Em sua edição desta terça-feira (28), o saite Consultor Jurídico revela que "o documento entregue ao atual presidente do Conselho Federal, Marcus Vinícius Furtado Coêlho, deixa claro que o apoio é exclusivamente ao nome de Lamachia, sem qualquer outro apoio a posições de diretoria".

Segundo o jornalista Marcos de Vasconcellos, diretor de redação do Conjur, trata-se de "um apoio histórico, por ter tantas assinaturas com tanta antecedência das eleições, que serão só na primeira semana de 2016 - até lá, no entanto, será formado outro colégio eleitoral, depois das eleições das seccionais".

A confirmação da candidatura de Lamachia - cerca de 14 meses antes do pleito - deve, também, antecipar a abertura dos procedimentos sucessórios na OAB-RS, que terá eleições em novembro de 2015. Será necessário que a chapa situacionista - que naturalmente terá que conter o nome de Lamachia como um dos três conselheiros federais - seja vitoriosa.

O grupo "OAB Mais", que assumiu a Ordem gaúcha em 1º de janeiro de 2007, terá que se articular eficazmente já a partir de agora, para uma quarta vitória sucessiva.

Outros detalhes

* Mesmo não assinando a carta, o presidente da OAB de São Paulo, advogado Marcos da Costa declarou sua "amizade a Lamachia" e disse que o vê como "um grande nome da Advocacia". As informações são também do Conjur.

* Na última disputa pelo Conselho Federal, a OAB-SP ficou do lado oposto ao de Marcus Vinícius. À época, a seccional incentivou Alberto de Paula Machado, até então vice-presidente do Conselho Federal, a registrar sua candidatura, quebrando o acordo de fazer eleições de chapa única, com Marcus Vinícius à frente.

* Chapa única, aliás, foi a palavra de ordem para colher o apoio a Lamachia. Assim, foi colocada a possibilidade de evitar o desgaste nas eleições - que, pela primeira vez na história, têm chance de ser via eleição direta - negociando espaço para os apoiadores na chapa.

* Ex-presidente da seccional gaúcha da OAB, eleito pela primeira vez em 2007, Lamachia foi reeleito para a gestão 2010/2012, com 82% dos votos. Em 2012, ano em que sua gestão foi classificada como "ótima" ou "boa" por 90% dos advogados, o advogado gaúcho entrou como vice na gestão nacional de Marcus Vinícius Furtado Coêlho.


Fonte: Espaço Vital, Notícias Jurídicas
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Poste um comentário:

0 comments: