slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Bancada do PP barra mudanças na Administração em Canguçu

 A Bancada do Partido Progressista (PP), liderada pelo vereador Arion Braga, trancou a votação das mudanças administrativas propostas pelo prefeito Gérson Nunes (PT) como a redução dos Cargos em Comissão (CCs) e a diminuição de uma secretaria. Com um pedido de informação no mínimo esquisito - com perguntas em que a platéia toda sabia das respostas -  ficou claro a simples vontade de atrapalhar o processo. A nova tentativa de votação ocorrerá na quinta-feira (10). Além da reforma na Prefeitura o vereador também adiou a reforma administrativa proposta pela mensagem legislativa 002/2013, que faz mudanças nos cargos da própria Câmara.

Alegando que precisavam de informações feitas por um pedido da bancada, os vereadores votaram contra o pedido de votação da mensagem executiva que altera o padrão atual da administração proposto pelo líder do Governo, vereador João Durão (PDT). Mudanças conhecidas e que foram rejeitadas também no final de 2012. Alegando precisar de informações básicas como o quanto será economizado e quais secretarias mudam, os vereadores profundos conhecedores da estrutura da Prefeitura - já que governaram 16 anos - ainda precisavam dessas informações, sobre a redução de CCs e valores informados.

Gérson ainda tentou convencer os vereadores antes da sessão - Foto: Augusto Pinz


A presença do Prefeito Gérson Nunes (PT) fazendo uma explanação sobre o projeto não foi suficiente para os vereadores.Nunes explicou a necessidade das mudanças e que geram uma economia de R$ 15 mil ao mês. Sem elas, secretarias como a de Obras, por exemplo, está com seu trabalho amarrado. Não há como mandar as máquinas para o interior, já que na reforma a pasta dos Transportes passa para a Agricultura formando o "Desenvolvimento Rural". O apelo do Prefeito para que tenha liberdade para administrar como prometeu durante o processo eleitoral não foi atendido.

Ainda nesta noite de segunda-feira (07) seria apreciado o projeto que muda a estrutura da Câmara de Vereadores, baixando salários de assessores para que cada um dos edis possa ter um ao seu dispor (15 no total). Com os vencimentos atuais não seria possível. Ainda baixando valores não será possível nomear os Coordenadores de Bancada, um para cada partido. Cargos de Diretores também sofrem redução com os padrões sendo equiparados aos da Prefeitura. A vantagem salarial na Câmara se dá no vale alimentação de R$ 300,00, regalia que não existe para os CCs do Executivo. Esta mudança também foi adiada para a sessão de quinta-feira (10) a pedido, também, do vereador Arion Braga (PP). Ficou tudo para o próximo capítulo. Será que na próxima a situação vai estar mais articulada?

Fonte: Augusto Pinz / Portal Canguçu em Foco
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: