slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

STF retoma julgamento do mensalão com voto de Rosa Weber

O julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF) será retomado nesta segunda-feira em mais uma sessão repleta de incógnitas.

A principal dúvida da tarde é em relação à postura de Rosa Weber em seu primeiro voto sobre o tema.

Como ela é a ministra com menos tempo de atuação na Corte, ainda não foi possível definir o perfil de suas decisões. E as opiniões dela sobre o primeiro dos sete capítulos da denúncia em análise – que tratam do emprego ou não de dinheiro público pela suposta quadrilha e envolvem supostas irregularidades na Câmara dos Deputados e no Banco do Brasil – podem delinear para os réus e seus advogados um prognóstico de como ela se portará até o fim da análise do caso.

Antes do voto de Rosa, um outro embate deverá entrar em cena: o do revisor do processo, Ricardo Lewandowski, com o relator, Joaquim Barbosa. Depois do voto de Lewandowski, na quinta-feira, quando ele absolveu de crimes o deputado João Paulo Cunha (PT-SP), além do publicitário Marcos Valério e seus sócios, por entender que não houve crimes relacionados à Câmara dos Deputados, Barbosa prometeu uma réplica para a sessão de hoje. Lewandowski prometeu uma “tréplica”.

Presidente do Supremo teme o “vaivém argumentativo”

Para evitar a paralisia do julgamento – que pode se estender além do período previsto incialmente –, o presidente da Corte, Ayres Britto, pretende regulamentar a réplica e a tréplica, que deverá ser limitada a 20 minutos para cada. Na sexta-feira, o presidente se disse preocupado com o “vaivém argumentativo”, mas afirmou também que não pretende cassar a palavra ou cercear seus colegas.

Como o clima entre Lewandowski e Barbosa já não anda bom, a saída para o desentendimento sobre os votos iniciais foi definida em reunião envolvendo vários ministros.

Se Rosa votar com brevidade, é possível que o julgamento tenha continuação com o voto de outros ministros sobre o mensalão. Depois de Rosa, deverão expor suas primeiras decisões Luiz Fux, Dias Toffoli e Cármen Lúcia.


Informações do Zero Hora.
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: