slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

CTGs regidos pela "Lei do Silêncio"

Gravura de Carlos Montefusco

Em Santa maria, centros gaúchos enfrentam processos de vizinhos em função do barulho. Foi-se o tempo em que o baile se estendia até o sol raiar. Agora, a tradição gaúcha tem hora para acabar e não adianta sapatear.

Os Centros de Tradições Gaúchas (CTGs) estão tendo que se adaptar ao código Municipal de Posturas  e respeitar a Lei do Silêncio. Por determinação da justiça, o CTG Farroupilhas, no bairro Itararé, em Santa maria, foi fechado e só reabrirá quando instalar um isolamento acústico.

Pelo menos outras três entidades tradicionalistas, entre elas o Piá do Sul e o Sentinela da Querência, estão se incomodando com os vizinhos que reclamam do barulho. O Centro de Pesquisas Folclóricas Piá do Sul sofreu processo mas fez acordo e os próprios vizinhos estão colaborando na doação de tijolos para aumentar o muro na tentativa de diminuir a propagação do som. Sacos de estopa estão sendo colocados no teto e os ensaios da invernada artística que antes passava das 23 h, agora termina às 22h.

O CTG Sentinela da Querência, em Camobi, recebeu notificações sobre o barulho e também tenta se adequar. O ideal seria implantar o projeto de isolamento acústico, mas o custo foi avaliado em torno de R$ 300 mil.

Já o Ponche Verde CTG, no centro da cidade, recebeu reclamações informais e alterou seus horários. As invernadas artísticas ensaiam até as 23 h e os bailes de final de semana não passam das 3 h.

O problema, segundo João Carlos Cardoso de Lima, Coordenador da 13ª Região Tradicionalista,  é que os centros de tradições foram construídos há pelo menos 30 anos, em locais onde havia pouca vizinhança, mas a cidade se expandiu e os problemas apareceram.

Fonte: Zero Hora

Lembro que alguns CTGs de Porto Alegre também passaram, ou passam por este tipo de problema. O Centro de Tradições Gildo de Freitas, por exemplo,  sofreu por quase dez anos com estes contratempos. O engraçado é que o autor da ação contra o Gildo (CTG), enquanto deixavam seu cavalo pastar nas dependências da entidade, nunca incomodou-se com o barulho. Foi trocar de patronagem e proibirem seu pingo de alimentar-se do verde pasto e o alto som passou a lhe fazer mal.  

Fonte: Blog do Léo Ribeiro
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: