slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

É a Política Velha em forma de Juventude



O que era pra ser fonte de renovação se torna uma fábrica de renovação de velhos hábitos,  a evolução, o querer mais, querer o novo, sempre foram associados  a forma jovem de pensar, mas aqui em Canguçu a coisa parece que funciona de forma diferente.

Primeiro foi o responsável pela Juventude do PMDB para a rádio falar no posicionamento da Juventude do seu partido, das ideias e da contrariedade com a atual administração, falou das inaugurações com caráter político e da necessidade de mudanças urgentes em alguns setores.

Na entrevista a rádio Liberdade o até então cidadão comum não tinha expressado a sua vontade de trabalhar pela cidade e pela comunidade, ainda mais que recentemente candidatou-se a uma vaga  de dentista na Secretaria Municipal de Saúde e não foi contratado, onde um profissional de Pelotas foi escolhido, impedindo ele de estar mais perto da comunidade, coisa que faz no Sindicato Rural e em seu Consultório Dentário.

Bom primeiramente a resposta já era prevista, membros de outros partidos foram incansáveis nas ligações para as rádios locais solicitando a mesma oportunidade.
O primeiro partido escolheu a rádio Cultura para suas explanações, o pré candidato a vereador, blogueiro, estudante de jornalismo e divulgador da Câmara Municipal fala no crescimento de seu partido e na valorização da sigla, do trabalho realizado na câmara de vereadores e na pasta do Turismo Municipal.

O líder da Juventude do PTB é critico no que diz respeito ao apoio recebido por seu partido, temos mais ônus do que bônus na participação da coligação que assumiu o executivo municipal, mas fica a pergunta, a oportunidade de fazer parte do governo municipal não teria proporcionando uma vitrine para seu partido, qual seria o ônus relatado?

A terra arrasada que o jovem diz não existir em Canguçu pode não existir em órgãos do executivo, mas no legislativo existe sim,  Wendel Vilela, vereador do PTB não vê exageros em gastar mais R$ 8.000,00 em portas de vidro que pouco vão ajudar o povo de Canguçu, mais de R$ 10.000,00 em equipamentos serviços de informática que ainda não justificaram  a aplicação do capital publico, teve que se curvar a decisão de outros vereadores no que diz respeito ao horário de funcionamento da Câmara de Vereadores. No Brasil os trabalhadores tem horário a cumprir,  na Câmara será que é assim, o trabalho paralelo com outro site oportuniza a saída do funcionário da Câmara para cobertura jornalísticas de acontecimentos diversos, acidentes na BR 392 entre outros, Isso é uma prática dos velhos políticos, usar o bem público para tirar proveito próprio.

Discursos bonitos, sorrisos e a velha prática do tapinha nas costas, boa embalagem e nenhuma qualificação para ocupar um cargo público, mas afinal é a velha política, quero ver defender um banco municipal de currículos onde quem ocupa cargo é o cidadão melhor qualificado, sem apadrinhamentos ou registros políticos, topa a parada? Duvido, vai perder o emprego!

Me lembro a alguns meses quando as Juventudes de todos os partidos reunidos em prol da Política Pública para a Juventude juntavam forças para cobrar do executivo a instalação do Conselho Municipal, tomo a liberdade de lançar mais uma proposta em prol dos jovens, que seja criado também no executivo municipal um Banco de currículos,  onde estagiários por exemplo não podem filiar se a nenhum partido durante o tempo de estágio, que o jovem que procura emprego possa concorrer de forma igualitária, sem discriminações, independentemente da bandeira que carregue.

Nessa briga de juventudes a Juventude está esperta, sabe muito bem quem ta defendendo apenas um partido, e quem realmente quer trabalhar para todos.

Foto: Ricardo Moura
Matéria do Blog Canguçu em Questão
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: