slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

EUA divulgam vídeos encontrados em esconderijo de Bin Laden


Os Estados Unidos divulgaram neste sábado imagens inéditas do terrorista Osama bin Laden, morto no dia 1º de maio por forças americanas, no Paquistão. As imagens foram recuperadas pelos comandos navais da SEAL, no refúgio onde o líder da Al-Qaeda se escondia, na cidade de Abbottabad.

São cinco vídeos caseiros que mostram Bin Laden dentro da casa onde se escondia.

Em um deles, o líder terrorista assiste a notícias sobre si mesmo na televisão. Ele aparece enrolado em uma manta, com um controle remoto na mão, passando de uma a outra imagem sua. O pequeno televisor estava colocado sobre uma mesa, com cabos contectados a uma central. Em outra gravação, ele aparece com a barba aparada, para a gravação de um vídeo de propaganda terrorista.

Todos os vídeos estão sem áudio. Segundo os oficiais americanos, os áudios foram removidos pois seria inapropriado difundir a palavra do terrorista, segundo a rede MSNBC.

Os vídeos foram oferecidos como prova de que os comandos navais da Seal realmente mataram o terrorista. Porém, também servem para mostrar como Bin Laden era um indivíduo vaidoso, obcecado com a imagem que ele projetou na mídia em todo o mundo.

Um alto funcionário da inteligência americana afirmou neste sábado que a apreensão de vídeos e documentos pelas forças especiais que invadiram a casa de Bin Laden em Abbottabad, no Paquistão, é considerada a mais importante até hoje contra um chefe da Al-Qaeda.

As provas capturadas durante o ataque incluem números de telefone e documentos que as autoridades acreditam que ajudarão a desbaratar a rede responsável pelos ataques terroristas de 11 de Setembro de 2001, nos Estados Unidos.

Durante anos, quando se pensava que Bin Laden estivesse escondido na região montanhosa do Paquistão, acreditava-se que ele não tinha qualquer acesso a notícias mundiais. Depois de descobrir que, na verdade, Bin Laden vivia em um complexo suburbano, a CIA encontrou uma antena parabólica que fornecia o serviço de televisão ao terrorista.

O que mostram os vídeos divulgados pelos EUA:

VÍDEO 1
É uma mensagem inédita, destinada aos americanos. Bin Laden aparece sentado em frente a um fundo azul, vestido com um manto dourado, com barba aparada e aparentemente tingida de preto. A inteligência dos EUA diz que o vídeo teria sido gravado entre 9 de outubro e 5 de novembro de 2010. Não há áudio, mas o oficial disse que Bin Laden está dando sua mensagem padrão de condenação à política dos EUA e do capitalismo.

VÍDEO 2
O terrorista está sentado no chão, assistindo a um vídeo na televisão. É a imagem do próprio Bin Laden que aparece na tela. Em seguida, a câmera se move sobre o líder da Al-Qaeda. Ele aparece com barba cinza e um chapéu preto, e é envolto em um cobertor. Ele está segurando o controle remoto e apontando para a televisão, que está sobre uma pequena mesa de madeira simples.

VÍDEO 3
Bin Laden aparece em frente a um fundo de madeira, que foi descrito pelo oficiais americanos como um armário. O mesmo móvel foi localizado no complexo residencial de Abbottabad, no dia em que o terrorista foi morto. Bin Laden tem a barba tingida de preto e não há data no vídeo.

VÍDEO 4
O líder da Al-Qaeda aparece em frente a um fundo marrom e veste uma camiseta branca com outra camiseta por baixo. Não há data neste vídeo, que é bastante curto.

VÍDEO 5
Bin Laden aparece em frente a um fundo que parece de tecido amassado e veste uma túnica dourada sobre uma camisa branca. Também usa chapéu branco e sua barba é tingida de preto. Também não há data para este vídeo.

Entenda como ocorreu a morte e os desdobramentos:

O presidente americano Barack Obama anunciou, na noite de domingo (madrugada de segunda-feira, no horário de Brasília), ao vivo em cadeia nacional a morte de Osama bin Laden. O fato ocorreu após operação de forças militares americanas no Paquistão, em uma mansão da cidade de Abbottabad, ao norte de Islamabad, a capital do país.

Em discurso oficial, Obama disse que "foi feita justiça" no ato americano, o qual era prioridade número 1 do país. Já o ex-presidente George W. Bush comemorou a "vitória" dos Estados Unidos. Após a disseminação da informação, milhares de cidadãos de Nova York e Washington foram ao Marco Zero de 11 de Setembro e à Casa Branca, respectivamente, para demonstrar apoio à medida tomada pelo governo.

O departamento de Defesa dos EUA divulgou nota alertando aos americanos que estão no exterior para o potencial aumento da violência contra o país. Já a Otan confirmou que irá continuar com a missão de paz no Afeganistão mesmo com a morte do principal líder da Al-Qaeda.

Segundo a imprensa americana, o corpo do terrorista teria sido jogado ao mar. Apesar de, inicialmente, um oficial do governo ter divulgado que o sepultamento seguiria rituais islâmicos, o que envolveria lavar e enrolar o corpo em um pano branco antes de enterrá-lo. O filho de Bin Laden também acabou morto durante os ataques.

Informações CLICRBS/ZERO HORA, COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS



PS.: Eu, particularmente, acredito que o Obama esteja vivo, e que isto seja apenas alguma jogada de marketing americana, para alguma nova "atividade". Aguardaremos para ver.
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

1 Comentários:

  1. Bin Laden Morreu em 2001 e o 11 de Setembro foi uma Farsa, diz Ex-Funcionário do Alto Escalão dos EUA

    O ex-funcionário do alto escalão do governo dos EUA, Dr. Steve R. Pieczenik, um homem que trabalhou em diversas posições influentes durante a presidência de três presidentes diferentes dos EUA e ainda trabalha com o Departamento de Defesa americano, falou para o espanto de todos durante o The Alex Jones Show ontem que Osama Bin Laden morreu em 2001, e que estava preparado para depor diante de um júri o fato de que um general de alta posição lhe disse diretamente que o 11 de setembro foi um ataque de falsa bandeira provocado internamente.

    http://www.anovaordemmundial.com/2011/05/bin-laden-morreu-em-2001-e-o-11-de.html

    ResponderExcluir