slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Depois de 199 dias fora, Lúcio volta e dá passe para os gols do Grêmio

Se Lúcio não entrasse em campo contra o Botafogo, neste sábado, completaria 200 dias sem disputar uma partida oficial pelo Grêmio. Durante este período, o lateral-esquerdo não mediu esforços para se recuperar de uma cirurgia no joelho esquerdo, realizada para corrigir uma ruptura de ligamentos. Mas Lúcio foi escalado, aguentou os 90 minutos e ainda participou das jogadas de gol no empate em dois a dois, no estádio Engenhão, pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Aos oito minutos do segundo tempo, Lúcio escapou pela esquerda e tocou para Roberson, na intermediária. Da disputa com os adversários, a bola sobrou para Jonas, que descontou. Aos 41, a participação de Lúcio foi ainda maior. Falta para o Grêmio pelo lado direito, próximo ao bico da grande área. O lateral revela a conversa que teve com o atacante antes da cobrança:

“O Jonas falou ‘faz ela (a bola) cair perto do goleiro que eu vou fazer o gol’. E foi assim. Bati com força, na direção do gol, para passar pela marcação e cair por ali, entre a marca do pênalti e o goleiro. Deu certo, ele veio me abraçar e ficou repetindo: ‘Eu disse! Eu disse!’”, revelou o lateral.

Para Lúcio, a força na hora de bater na bola foi mais um indício de que o trabalho de recuperação foi muito bem feito. “Estava no final do jogo e eu consegui fazer uma cobrança forte, sem receio algum. Minha perna está mais forte agora do que antes da lesão. Já vinha sentindo isso no dia a dia e comprovei no jogo”, destacou.

Ao final dos 90 minutos, Lúcio comemorou muito mais do que um ponto na tabela conquistado em partida que se encaminhava para derrota. O atleta comemorou a vitória de uma batalha pessoal, que iniciou há mais de seis meses e foi disputada todos os dias.

“Fiquei muito feliz por voltar a jogar. Quem fica fora durante esse período todo como eu fiquei, sabe como é difícil. Parece que o tempo não passa, você não se sente útil. É um horror. Jogar futebol é o que eu mais sei fazer nessa vida. Graças a Deus, tenho uma família forte e que esteve sempre presente. Eu divido esse retorno com ela e com todos os torcedores que sempre me apoiaram. Esse carinho foi fundamental”, comentou.

Foi o 10° jogo de Lúcio com a camiseta do Grêmio em 2010. Ele havia disputado oito pelo Campeonato Gaúcho e um pela Copa do Brasil antes da lesão, sofrida no dia 13 de fevereiro.

do Uol Esportes
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: