slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Julio Cesar se destaca em treino do Brasil e espanta dúvidas sobre recuperação


Sem mãos nas costas, treino especial ou cuidado da fisioterapia. O goleiro Julio Cesar participou normalmente da atividade técnica comandada por Dunga na tarde desta quinta-feira, na Hoerskool. Mais que isso, o camisa 1 teve boa atuação no trabalho. Foi o goleiro menos vazado.

Dunga separou os jogadores em quatro times. Dois deles se enfrentavam em campo reduzido dando toques rápidos na bola. As outras duas equipes ficavam fora, mas podiam tabelar com os demais. A cada cinco minutos, os papeis se invertiam.

Os goleiros fizeram um revezamento próprio. Cada um disputava duas partidas seguidas, descansava uma e retornava. Julio Cesar teve o melhor desempenho entre o trio. Saltou nas bolas altas, fez sequências rápidas de defesas e até dividiu jogada mais dura com Grafite. A única diferença em relação a Gomes e Doni foi que, ao fim do treino, Julio Cesar não ficou no campo para defender pênaltis e faltas batidos por Júlio Baptista, Daniel Alves, Elano e Michel Bastos.

Pela manhã, Julio Cesar voltou a chamar atenção durante treino fechado. Do muro da escola, foi possível ver o camisa 1 levando as mãos às costas algumas vezes. Deu sinais de que a região ainda não estava totalmente recuperada.

Até sua mulher, Suzana Werner, assustou-se com as imagens. Do Brasil, ela postou no Twitter comentários aparentando certa preocupação. “Obrigada pelo carinho e vamos rezar para ele ficar logo 100%. Afinal, o Julio recuperado é segurança garantida! Ele disse que estava bem hoje, mas continuemos rezando para que dia 15 ele pegue tudo. Aliás, desde ontem ele já estava bem, mas vi o vídeo dele botando as mãos nas costas, tadinho”, comentou Suzana.

Julio Cesar tomou uma pancada nas costas há oito dias, na vitória por 3 a 0 sobre o Zimbábue em amistoso realizado em Harare. Foi substituído ainda no primeiro tempo por Gomes. Nos dias seguintes, ficou fora de dois treinos para realizar apenas tratamento.

Na véspera do amistoso com a Tanzânia, Julio Cesar participou da atividade com os goleiros, mas ficou fora do rachão. Na sequência, a CBF informou que o camisa 1 não viajaria à Tanzânia. Permaneceu na África do Sul fazendo fisioterapia e treinando sozinho. Na terça-feira, todo o grupo ganhou folga. Ele trabalhou de manhã, à tarde e à noite.

Desde o início, por meio da assessoria de imprensa, o médico José Luís Runco avisou que Julio Cesar não preocupava. Dunga garantiu a presença do camisa 1 na estreia do Brasil na Copa, na próxima terça, contra a Coreia do Norte, no Ellis Park. O reserva Gomes disse o mesmo.

do Uol Esportes

Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: