slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Grêmio reencontra bom futebol e vence o Avaí com 2 gols de Jonas


Mais do que conquistar a primeira vitória no Campeonato Brasileiro e deixar a zona do rebaixamento, o Grêmio buscava, contra o Avaí, no Olímpico, nesta quarta-feira, acabar com as dúvidas sobre o time e, principalmente, o sistema defensivo. Em apenas 45 minutos, o time de Silas já conseguiu seus objetivos. Em sua melhor atuação no Brasileiro, o Grêmio não deixou dúvidas e venceu o Avaí por 3 a 0, com 2 gols de Jonas.

A vitória tira o Grêmio da zona de rebaixamento no Brasileirão. Os 4 pontos levam o time tricolor ao décimo terceiro lugar na competição. Já o Avaí,que entrou em campo sonhando em assumir a liderança do certame, permanece na vice-liderança, mas pode perder a posição ao final da rodada.

O Grêmio começou melhor. Com o domínio das atividades ofensivas, o time de Silas trocava passes no campo do adversário esperando a melhor oportunidade de entrar na área. Enquanto isso, o Avaí se defendia e mal conseguia chegar ao campo de ataque.

A pressão se transformou em resultado logo aos 10 minutos. Em cobrança de falta, a defesa do Avaí esperava um chute de Fábio Rochemback, mas, de surpresa, Jonas bateu, a bola desviou e enganou o goleiro Zé Carlos. Foi o vigésimo primeiro gol do artilheiro gremista na temporada.

Gol não acomoda o Grêmio

O resultado não fez com que o Grêmio se encolhesse. Pelo contrário, os comandados de Silas seguiram jogando melhor do que o adversário. O Avaí encontrava dificuldades em trocas de passe, já que a defesa gremista, principal preocupação no Olímpico, estava bem postada em campo.

Aos 25 minutos, uma bela jogada tramada ampliou a vantagem do time da casa. Ozeia passou para William, que encontrou Maylson pela direita, o meia rolou para Jonas que ainda driblou o goleiro do Avaí antes de marcar o segundo gol. Na primeira, etapa ainda houve tempo para Hugo apanhar rebote da defesa e chutar na trave.

Após os 40 minutos, o Avaí cresceu e teve duas oportunidades de gol. A primeira com Roberto, que dominou livre, dentro da área, e perdeu ao chutar por cima. Depois disso, Davi entrou na área com a bola dominada e foi barrado pelos zagueiros do Grêmio. Prontamente, os catarinenses reclamaram o pênalti, que não foi dado pela arbitragem.

Em 45 minutos o Grêmio mostrou que reencontrou o bom futebol e não deixou dúvidas no desempenho ou no placar. As longas conversas de Silas com os jogadores surtiram efeito e o fantasma da eliminação na Copa do Brasil, ao que tudo indica, acabou.

Chamusca muda e Avaí melhora

Na segunda etapa, Péricles Chamusca mudou o esquema tático do AvaÍ. Com a entrada de Robinho na vaga de Pará, Patrick passou para a lateral-esquerda e o 3-5-2 virou 4-4-2. A intenção do treinador do time de Florianópolis era soltar mais sua equipe em campo para buscar o empate.

Os primeiros minutos já mostraram uma evolução consistente do time visitante. Mesmo sem criar chances claras para marcar, a nova formatação imposta pelo técnico deu posse de bola para seus comandados. O quadro que se apresentava era semelhante a da primeira etapa, porém, com as posições invertidas, ou seja, o Avaí melhor e o Grêmio acuado.A principal chance avaiana surgiu em um erro individual de Adílson. O volante errou um passe simples no campo defensivo, Roberto apanhou a bola e chutou cruzado, perdendo o gol para o Avaí.

Após os 20 da primeira etapa, o Grêmio emparelhou a partida, mesmo com o Avaí seguindo com domínio. Em saídas de velocidade e com a defesa sólida como na primeira etapa, o time tricolor mostrava que não tinha desistido do jogo.

Para fechar a boa atuação gremista, Fábio Rochemback tabelou com Fernando e bateu cruzado para vencer Zé Carlos e marcar o terceiro gol da partida. Restou ao Avaí somente aguardar o apito final de Evandro Rogério Roman.

Na próxima rodada, o Grêmio terá pela frente o Flamengo, no Rio de Janeiro. Já o Avaí, tentará a recuperação contra o Vitória, na Ressacada. Ambos os jogos ocorrerão às 18h30 de sábado.

GRÊMIO 3 X 0 AVAÍ

GRÊMIO
Victor; Edílson, Ozeia, Rodrigo e Joílson (Bruno Collaço); Adílson, Fábio Rochemback, Maylson e Hugo (Fernando); Jonas e William (Roberson).
Técnico: Silas

AVAÍ
Zé Carlos; Émerson Nunes, Rafael e Émerson; Patrick, Marcinho Guerreiro (Medina), Rudinei, Caio e Pará (Robinho); Davi (Anselmo) e Roberto.
Técnico: Péricles Chamusca

Data: 26/05/2010, quarta-feira
Local: estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)
Assistentes: Gilson Bento Coutinho e Bruno Boschilia (ambos paranaenses)
Público: 9.229 presentes
Renda: R$ 109.515,50
Cartões amarelos: Rodrigo (G), Maylson (G) e Jonas (G); Marcinho Guerreiro (A) e Robinho (A), Patrick (A).
Gols: Jonas (Grêmio), aos 10 do primeiro tempo; Jonas (Grêmio), aos 25 do primeiro tempo; Fábio Rochemback (Grêmio) aos 44 minutos do segundo tempo.

do Uol Esportes

Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: