slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Grêmio reage no 2º tempo, vira contra o Santos e vence com três de Borges

Foi um jogo alucinante. Com um segundo tempo quase impecável, o Grêmio venceu o Santos por 4 a 3 nesta quarta-feira no estádio Olímpico com direito a três gols de Borges e ficou em uma situação bem confortável nas semifinais da Copa do Brasil.

O resultado dá ao Grêmio a chance de empatar na partida de volta na Vila Belmiro. O vencedor do duelo entre as duas equipes enfrenta quem levar a melhor entre Atlético-GO e Vitória.
O jogo

A partida começou muito movimentada no Olímpico. Apesar de não ser incisivo, o Santos conteve o ímpeto do Grêmio nos minutos iniciais da partida. E abriu o placar justamente em lance característico do time gaúcho: em cobrança de escanteio, com André.

Como se diz no jargão do futebol, o Grêmio ‘sentiu o golpe’ após levar o gol. E o Santos, até então implacável na partida, não perdoou em um contra-ataque onde Paulo Henrique Ganso achou André, que tocou na saída de Victor e fez o segundo, colocando o time da Vila Belmiro em ótima situação na partida.

Depois do gol, o Santos naturalmente recuou, e o Grêmio foi para cima, criando grandes chances. E aí foi a hora de Felipe – um dos destaques do primeiro tempo – aparecer com belíssimas defesas em quatro lances.

O principal deles foi aos 23min, quando Willian Magrão recebeu belo passe dentro da área e foi derrubado por Durval. Pênalti, que Jonas bateu mal e Felipe defendeu, evitando o gol do Grêmio e mantendo o 2 a 0 que perdurou até o fim da etapa, que teve alguns de seus torcedores saindo do estádio desolados com o resultado.

"Dentro de casa não podemos sofrer contra ataques. Demos muito espaço para eles, isso não pode acontecer", decretou o atacante Borges na saída para o intervalo. “Já poderíamos ter matado o jogo. Vamos seguir com esse ritmo”, ponderou Edu Dracena.

O Santos voltou cauteloso do intervalo. O técnico Dorival Júnior, inclusive, colocou um volante de contenção logo no início da etapa, quando Rodrigo Mancha entrou no lugar de Marquinhos.

Em lance isolado, o Grêmio descontou o placar e inflamou a sua torcida: aos 12min, Edu Dracena tirou mal e a bola sobrou limpa para Borges. O atacante do Grêmio não perdoou: 2 a 1 Santos.

Agora em falha de Rodrigo Mancha, o Grêmio saiu em um rápido contra-ataque e fez mais um, com Borges. Irritado, Dorival Júnior trocou o jogador por Rodriguinho. Mais irritado ainda, o volante deu soco no banco após sair.

Logo depois, o Grêmio tornou a partida ainda mais empolgante ao marcar um golaço aos 22min. O atacante Jonas soltou a bomba da entrada da área e acertou o ângulo de Felipe.

O Santos sentiu demais o golpe. Por isso, o quarto gol era questão de tempo. O que acabou acontecendo aos 31min: Jonas achou Borges em posição duvidosa, e o atacante fez o seu terceiro gol no jogo.

Mas o Santos conseguiu achar um gol que pode mudar a história do segundo jogo na Vila Belmiro. Em belíssimo passe de Ganso, Robinho matou no peito e emendou a bomba fuzilando Victor: 4 a 3.

"No primeiro tempo erramos muito. No segundo, a gente fez o que sempre costuma fazer e poderia ter feito até mais do que quatro", disse Borges.

Já Robinho ressaltou o gol que fez no final da partida, que na sua opinião pode mudar a história do confronto entre as duas equipes na Vila Belmiro.

“Fiz um gol importantíssimo. Nos dá uma chance maior. Temos boas condições de matar esse confronto na Vila Belmiro”.

GRÊMIO 4 X 3 SANTOS

Grêmio
Victor; Ozeia, Rodrigo e Mário Fernandes (Joílson); Edílson, Adílson, Willian Magrão (Fábio Rochemback), Douglas (Maylson) e Hugo; Jonas e Borges.
Técnico: Silas

Santos
Felipe; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo (Maranhão); Arouca, Marquinhos (Rodrigo Mancha) (Rodriguinho), Wesley e Paulo Henrique Ganso; Robinho e André.
Técnico: Dorival Jr.

Data: 12/05/2010, quarta-feira
Local: estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)
Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Enio Pereira de Carvalho (DF)
Público: 38.475 torcedores
Renda: R$ 819.403,50
Cartões amarelos: Rodrigo, Ozeia, Hugo, Adílson, Edílson (Grêmio), Durval, Robinho, Marquinhos, Léo, Arouca (Santos)
Gols: André (Santos), aos 15min e 20min do primeiro tempo; Borges (Grêmio) aos 12min, 18min e 30min, Jonas (Grêmio) aos 22min e Robinho aos 38min do segundo tempo

do Uol Esportes
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: