slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Silas não confirma time e diz que força do grupo pode levar Grêmio ao título

Ao contrário do que normalmente ocorre em treinamentos do Grêmio, Silas Pereira concedeu sua entrevista coletiva antes da atividade de campo desta terça-feira. Logo na chegada dos atletas e comissão técnica no Olímpico, todos se reuniram para uma conversa. Após este momento, a assessoria de imprensa convocou a reportagem para a entrevista do treinador. Nela, Silas não confirmou a utilização de Douglas e Hugo e preferiu esperar mais informações sobre o Fluminense. Além disso, para o treinador, a força do grupo é que levará o Grêmio ao título da Copa do Brasil.

"Este é o momento do grupo, o Ferdinando saiu, entrou o Adílson e foi muito bem no Gre-Nal. O Rochemback foi a mesma coisa. Ganhamos o último jogo com o grupo. Numa caminhada longa como são os campeonatos brasileiros, nem sempre quem começa jogando termina. O cara que está fora tem que saber que a oportunidade vai aparecer, e quando vem, tem que aproveitar, foi o caso do Neuton", disse o técnico.

Da mesma forma que o atleta que for entrar precisa saber o que fazer, quem estiver jogando necessita entender esta definição do comando. Neste caso, Hugo, caso torne a ser sacado, precisaria compreender a filosofia de trabalho. "O Hugo sabe, porque cabe ao treinador identificar o que será melhor. Isso é do interior do atleta. Eu preciso respeitar meu companheiro, a opinião e a decisão do treinador. Meu compromisso é com a minha consciência, com Deus e com o Grêmio", disse.

O mesmo discurso se enquadra sobre Rafael Marques. O zagueiro chegou a ser titular no começo do ano, mas foi sacado. Atualmente, não é novidade quando ele fica fora até da relação de concentrados. "Da mesma forma, isso é do interior do jogador. As vezes ele acha que está sendo preterido. O Rafael Marques jogou o tempo todo que esteve aqui e agora não está jogando. Não é somente com ele que ocorre, aconteceu comigo quando era jogador. Mas ele precisa entender que todos os times que ganharam coisas importantes ocorreu quando apareceu a força do grupo. Não tem como fugir, isso cabe ao treinador, a direção e a comissão técnica. O próprio resultado faz os jogadores entenderem que o momento é do outro", ressaltou o técnico gremista.

No adversário, além do respeito e da admiração ao trabalho de Muricy Ramalho, Silas vê a principal dificuldade presente na marcação de Fred. "Como parar o Fred é uma questão difícil. Alguém aí sabe?", brincou Silas. "Ele está muito bem, é da função, como o Borges e o Jonas. Se der um centímetro ele faz o gol, foi assim contra a Portuguesa, por isso merece todo nosso cuidado. Mas não é só ele, o Fluminense vem muito rápido pelos lados, toca muito a bola e vai estar muito motivado. Sempre que entra treinador novo quem não está jogando vê uma possibilidade, mas o Maracanã permite algumas situações de espaço que ajuda, se tivermos inteligência", lembrou o treinador.

Questionado sobre o meio campo gremista, Silas voltou a brincar e, sorrindo, desconversou. "Ele já escalou o Douglas", disse, se referindo ao repórter que o questionou. "Vamos esperar o Fluminense, tem o Hugo e o Leandro. O Fluminense perde muito sem o Conca, é bem a criatividade do adversário, junto com o Diguinho. Eles tem o Éverton também, que esteve no Barueri, e faz o time "rodar". Se ele jogar devemos ter muita atenção", disse.

Grêmio e Fluminense começam a decidir uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil nesta quinta-feira, às 21h30, no Maracanã. O jogo de volta ocorrerá em 5 de maio, no Olímpico. Na quarta-feira, os jogadores do Grêmio realizam a última atividade em Porto Alegre e partem para o Rio de Janeiro na sequência.

do Uol Esportes
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: