slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Renda do brasileiro bate recorde em 2009, conclui pesquisa

A renda média das famílias brasileiras em 2009 alcançou o recorde de R$ 1.285,00. A conclusão é da pesquisa Observador Brasil 2010, feita pela Cetelem (financeira do grupo francês BNP Paribas) e pelo instituto de pesquisa Ipsos.

O gasto total das famílias foi o maior desde 2005, alcançando R$ 1.066,25. Por outro lado, o brasileiro poupou mais em 2009. Os recursos destinados a aplicações, poupança e investimentos alcançaram em média R$ 535,31, o que equivale a R$ 220,00 mais do que em 2008. Sobre as intenções para os próximos 12 meses, 76% dos entrevistados afirmaram que pretendem aumentar as economias.

A região Sul foi a que mais poupou, aplicou ou investiu dinheiro em 2009, totalizando uma média de R$ 848. Logo depois, ficou a região Nordeste, que guardou R$ 832 por mês. Em comparação com 2008, a região Nordeste foi a que mais ampliou investimentos em 2009, uma diferença que chegou a R$ 637.

Nos últimos cinco anos, tem diminuído o número de pessoas que precisou atrasar algum pagamento. Em 2009, apenas 3% declararam ter atrasado uma prestação, enquanto em 2005, o índice era de 9%.

De acordo com a declaração dos entrevistados, também sobrou mais dinheiro no final do mês, alcançando R$ 138,16, em 2009, contra R$ 108,25, em 2008.

A comparação é ainda mais expressiva ao avaliar os dados históricos: em média, o que sobrou no fim do mês no ano de 2009 mais que dobrou em relação a 2005, quando chegou a R$ 67,3.

Consumo

Segundo apurou a pesquisa Observador 2010, a pretensão de compra em 2010 se manteve estável para todos os itens pesquisados. Isso sugere que a crise econômica pouco afetou as ambições de compra do consumidor.

Na região Nordeste, destaque para o aumento de quase 10 pontos percentuais na pretensão de gastos com lazer e viagem. Este item também aparece com destaque nas regiões Norte e Centro-Oeste, juntamente com telefone celular e computador para casa. Na região Sul, há destaque para a pretensão de compras de carros.

A intenção de pagar à vista segue estável na maioria dos itens pesquisados. Segundo o estudo, em 2009, em geral, as pessoas se sentiram mais seguras para comprar itens financiados.

A pesquisa identificou uma tendência de crescimento de compras financiadas de eletroeletrônicos, principalmente de televisão, fogão e geladeira, além de carro.

Do total de entrevistados, 65% assumiram se sentir seguros para financiar a compra de alimentos, seguido por roupas, com 52%. Para a compra de carros, 17% informaram se sentir muito seguros para assumir um financiamento.

do Uol Economia.
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: