slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Em jogo típico de Gauchão, Jonas marca 2 e Grêmio vence o Juventude em Caxias



O duelo entre Grêmio e Juventude teve surpresas mesmo antes de começar. Willian Magrão começou jogando, com Ferdinando no banco. O mais cotado, Mithyuê, foi preterido por Bergson. Com aspiração de superar seu próprio recorde de vitórias consecutiva e manter o primeiro lugar na classificação geral, em um jogo típico de Gauchão, o time de Silas atingiu os objetivos ao vencer por 2 a 1. O resultado credita o Grêmio a enfrentar o Pelotas nas quartas de final. Já o Juventude acabou ficando fora da próxima fase. Jonas marcou duas vezes e foi o grande destaque do time tricolor.

Frio, campo molhado e jogo truncado, assim se apresentava o confronto entre Grêmio e Juventude, clima peculiar do Rio Grande do Sul. Os confrontos físicos venciam a qualidade técnica ou tática dentro de campo, com o duelo perdendo em qualidade. Até os 10 minutos da primeira etapa os donos da casa mandavam na partida. Com o ímpeto de quem busca a classificação, o Juventude se jogava para frente.

Mesmo com a pressão juventudina, foi o Grêmio que abriu o placar. Como não conseguiu trocar passes, o time de Silas se beneficiou da qualidade de Douglas, que em uma cobrança de falta perfeita lançou para Jonas marcar de cabeça. Foi o 12º gol dele na temporada.

Grêmio desperdiça oportunidades de marcar

Após o gol gremista as chaces de gol cresceram. Jonas, Douglas e Bergson perderam oportunidades claras. Mesmo assim, a partida não apresentava destaques técnicos. A chuva prejudicava o gramado e a sensação térmica, típica da serra gaúcha, também atrapalhava o espetáculo. Estranhamente, o mesmo Estadual que teve jogos "atrasados" por temperatura superior a 40 graus, revelou o inverso.

Ainda no primeiro tempo, os torcedores, que empurravam o time da casa desde o começo da partida, perderam a paciência e começaram a vaiar. Com erros sequenciais, os atletas do time da serra sentiram a falta de apoio. Superior, o Grêmio passou a tocar a bola, o que enervou ainda mais a "papada". O Juventude, arrefeceu a vontade inicial, deixando generosos espaços. A sensação ao final do primeiro tempo é que se o Grêmio estivesse forçado mais, teria goleado.

Segundo tempo com Juventude eficiente

Os primeiros minutos do segundo tempo foram parecidos com a primeira etapa, só que desta vez o Juventude foi efetivo. Logo a 1 minuto, o volante Gustavo surpreendeu a defesa gremista aparecendo na área e marcando o gol de empate. As vaias, que acompanharam o time de Caxias do Sul na saída do primeiro tempo e no retorno ao gramado, voltaram a ser apoio e o confronto ganhou em emoção. Em um lance isolado, Bergson reclamou ter sido agredido pelo zagueiro Jorge Fellipe, mas Vinícius Costa nada assinalou.

Desde que Borges deixou o time tricolor por lesão, sempre que as coisas não vão bem, um jogador resolve: Jonas. Assim o Grêmio conhece somente vitórias há 14 jogos. Contra o Juventude não foi diferente. Com o Juventude ensaiando uma pressão, Douglas rolou para Fábio Santos, que cruzou para Jonas. Este se livrou do marcador e bateu cruzado para marcar seu 13º gol no ano.

Contra ataque gremista

Com o resultado nas mãos, o Grêmio passou a buscar jogadas de contra ataque. Se defendendo das tentativas adversárias, o time de Porto Alegre especulava jogadas de velocidade. Silas, para evitar lesões que prejudiquem a sequência da competição, poupou Adílson e Edílson. A esta altura da partida estava claro que, para o Grêmio, o melhor era que terminasse tudo rapidamente.

Com este pensamento, aos 33 minutos do segundo tempo terminou a partida para o melhor entre os atletas em campo. Jonas foi substituído por Hugo com a consciência que, em seu 99º jogo, foi fundamental para a vitória.

A vitória do Grêmio foi a décima quinta seguida, assim o recorde do clube em vitórias consecutivas, de 1979, foi superado. Além disso, o time tricolor completa a fase de grupos do segundo turno do Estadual com 100% de aproveitamento. Com 21 pontos conquistados e a melhor campanha no geral, o Grêmio garantiu todos os benefícios nas fases seguintes.

JUVENTUDE 1 X 2 GRÊMIO

JUVENTUDE
Carlão; Bressan (Thiago Renz) , Ferreira e Jorge Fellipe; Bruno, Fred, Umberto, Gustavo (Júlio Paulista) e Calisto; Hiago (Maicon) e Marcos Denner.
Técnico: Osmar Loss

GRÊMIO
Victor; Edílson (Joílson), Mario Fernandes, Rodrigo e Fábio Santos; Adílson (Fábio Rochemback), Willian Magrão, Maylson e Douglas; Jonas (Hugo) e Bergson.
Técnico: Silas Pereira

Data: 04/04/2010, domingo
Local: estádio Alfredo Jaconi, em Porto Alegre
Árbitro: Vinícius Costa
Assistentes: Paulo Ricardo Conceição e Renata Schafer
Cartões amarelos: Mário Fernandes (G), Gustavo (G) e Maylson(G), Bressan (J); Humberto (J), Umberto (J) e Thiago Renz (J).
Gols: Jonas aos 10 do primeiro tempo; Gustavo a 1 minudo do segundo tempo; Jonas a 17 do segundo tempo;

do Uol Esportes.

Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: