slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Em "cemitério de tornozelos", Grêmio vence mas não evita 2º jogo

A definição feita pelo centroavante William no intervalo do jogo entre Grêmio e Votoraty, nesta quarta-feira, em Votorantim, revelou o que o time tricolor estava enfrentando. "Não tem como jogar aqui. Este campo é um cemitério de tornozelos. A bola fica pulando, não tem como tocar", disse o ex-jogador do Avaí. Neste cenário, o time tricolor demorou até se adaptar, buscou o gol, venceu, mas não conseguiu evitar o jogo de volta. O 1 a 0 obriga a realização de outro confronto, em Porto Alegre no dia 1º de abril.

Quem imaginava um jogo fácil, teve outra impressão logo no início. Com muita vontade, o Votoraty procurou se equiparar ao Grêmio desde os primeiros minutos. Com jogadas ríspidas, o time do interior paulista motivava o torcedor. Visivelmente os jogadores gremistas encontravam dificuldade em dominar a bola. A grama seca em alguns pontos do campo e a ausência dela em outros, fazia com que os atletas perdessem domínio de jogadas, aparentemente fáceis.

Como Silas esperava, a postura do Votoraty não foi defensiva. O time comandado por Fernando Diniz justificou a vitória em casa por 4 a 1 contra o Treze da Paraíba na primeira fase da competição. Utilizando os flancos e se valendo do conhecimento do terreno, as oportunidades iniciais foram todas dos donos da casa.

A adaptação gremista demorou 17 minutos. A partir desta marca, o time de Silas começou a demonstrar sua superioridade. O ímpeto do Votoraty diminuiu a medida que os meio campistas do Grêmio passaram a trocar passes. Faltava somente chances claras de gol, uma vez que o domínio já era do time gaúcho.

Douglas, que sofria com a condição do gramado no início do jogo, começou a ditar o ritmo gremista. Dos pés dele, saiu um cruzamento aparado pela mão do zagueiro Hélder. O árbitro não viu o que seria pênalti.

O Votoraty, por sua vez, demonstrava uma segurança surpreendente ao sair jogando. Alex, goleiro do time paulista, saía jogando trocando passes com os zagueiros. Situação que trazia um perigo ainda maior devido às irregularidades do gramado.

"Não da para dominar a bola, ela só quica. Temos que cavar faltas para tentar definir o jogo", disse Jonas. "A integridade do jogador tem que ser preservada, não há lugar para bater tiro de meta", reclamou Victor que recebeu cartão amarelo por mudar o lado da cobrança. Assim foi visto o primeiro tempo pelos jogadores do Grêmio.

O segundo tempo começou bem como o Grêmio esperava. Logo com 7 minutos, Jonas recebeu cruzamento e cabeceou para a rede. O 1 a 0 deu novo ânimo para a equipe de Silas que passou a tentar incessantemente o segundo gol. A meta de evitar o jogo de volta nunca foi escondida pelos jogadores gremistas.

Este domínio diminuiu somente quando Silas trocou Maylson por Fernando. Com isso o time de São Paulo voltou a atacar. Victor passou a salvar a defesa do Grêmio. Prontamente Silas tentou colocar o seu time para a frente utilizando William Magrão e Mithyuê.

A última chance gremista ocorreu aos 41 minutos de jogo. Se a bola batida por Jonas entrasse encerraria a participação do Votoraty na Copa do Brasil de 2010. Porém, até neste momento o gramado ajudou os donos da casa, a bola saiu em curva, passou pelo goleiro, quicou e bateu na parte de dentro da trave. O resultado de 1 a 0 não poderia mais ser modificado.

Assim, classificado será conhecido somente no dia 1º de abril, no jogo de volta, em Porto Alegre. Às 21h50, se enfrentam Coritiba e Avaí, deste confronto sairá o adversário de Grêmio ou Votoraty na próxima fase.

VOTORATY 0 X 1 GRÊMIO

VOTORATY
Alex; Henrique, João Paulo e Alemão; Carlos Magno, Thiago Baiano, Hélder, Paulo Kraus (Marcos Dias) e Marco Aurélio; Neizinho (Yan )e Anderson Santos
Técnico: Fernando Diniz

GRÊMIO
Victor; Edilson, Mario Fernandes, Rodrigo e Fábio Santos; Adilson (William Magrão) , Ferdinando, Maylson (Fernando) e Douglas; Jonas e William (Mithyuê).
Técnico: Silas Pereira

Data: 17/03/2010, quarta-feira
Local: estádio Domenico Paolo Metidieri, em Votorantim (SP)
Árbitro: Renato Cardoso da Conceição (MG)
Assistentes: Jair Albano Felix e Celso Luiz da Silva (ambos mineiros)
Público: 5.238
Renda: R$ 82.260,00
Cartões amarelos: Fábio Santos (G), Mário Fernandes (G), Douglas (G), Victor (G), Edílson (G), Henrique (V)
Gols: Jonas aos 7 do segundo tempo

Informações do Uol Esportes.



Vídeo do Globoesporte.com
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: