slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Com novo uniforme, Grêmio vence Porto Alegre e quebra recorde do rival


O confronto contra o Porto Alegre, pelo segundo turno do Estadual, foi a estreia do novo uniforme do Grêmio. No "batizado" do fardamento, mais um detalhe estava em jogo: o recorde do rival Internacional de jogos in victo em casa. Novamente, o Grêmio marcou antes dos 10 minutos de jogo e venceu o Porto Alegre por 1 a 0, com o resultado o time tricolor completa 47 jogos de invencibilidade no Olímpico. William, que era contestado pelo torcedor, teve boa atuação e garantiu a vitória gremista.

Dentro de campo ficava claro a diferença técnica entre os 2 times. O Porto Alegre tem uma das piores campanhas de todo o campeonato, com somente 4 pontos conquistados. Exemplo disso é que, em um amistoso contra os reservas do Grêmio, os titulares do clube que é de propriedade da família de Ronaldinho Gaúcho, perderam por 6 a 0.

Se aproveitando da fragilidade do adversário, o Grêmio abriu o placar logo no início do jogo. Em uma jogada de Jonas, William marcou de peixinho. O centro avante foi contestado pelo torcedor nos últimos jogos, mas com o apoio de Silas, pôde mostrar seu futebol.

O Grêmio seguiu pressionando e poderia ter marcado mais, no mínimo, 2 gols, com William e Jonas. O time do Porto Alegre buscou parar o oponente com faltas. O jogo perdeu em movimentação e não houve grandes chances até o final da primeira etapa.

Mário Fernandes demonstrou mais segurança em seu segundo jogo como zagueiro. Com boa atuação, Maylson está cada vez ganhando mais espaço no time. Rodrigo foi importante na orientação dos colegas de defesa. Com pouca movimentação na partida, o destaque negativo foi Hugo, mesmo entre os reservas. Já aos 10 minutos de segundo tempo começaram gritos vindos da arquibancada, pedindo por Mithyuê.

O garoto entrou aos 25 minutos do segundo tempo, na vaga de William. Descontentes pela saída do centro avante, os torcedores chamaram Silas de "burro".

O torcedor estava sonolento quanto um lance acordou o público presente. Jonas bateu fraco, no meio do gol, despretensioso. O goleiro do Porto Alegre deixou ela passar por de baixo de seu corpo. Vendo que tomaria o gol, Fábio saltou para trás e defendeu em cima da linha.

Ciente que venceria o jogo, o Grêmio diminuiu a intensidade de suas atividades. Assim, o Porto Alegre cresceu um pouco. No segundo tempo o time de Silas não jogou bem. Porém jogar bem não era necessário para conquistar os 3 pontos, atingir a oitava vitória consecutiva e superar a marca de jogos sem perder em casa.

No último lance da partida, o Porto Alegre ainda esteve muito perto de empatar. Livre, Hiantony bateu forte e Victor pegou.

O recorde quebrado pelo Grêmio é contestado pelo Palmeiras, que afirma ter 68 jogos de invencibilidade entre os anos de 1986 e 1990. Porém o recorde palmeirense não conta jogos de campeonatos estaduais, onde o time foi derrotado em várias oportunidades neste espaço de tempo. Além disso, os jogos do Palmeiras como mandante não foram todos realizados no Parque Antártica.

Há também a contestação dentro do próprio Grêmio. Mesmo que o site oficial fale em recorde nacional, batendo a marca do Internacional entre os anos de 1973 e 1975, no próprio clube há pessoas que citam os jogos da Copa Federação Gaúcha de Futebol, disputada pelo Grêmio B, mas representando o clube. Neste torneio ocorreram derrotas no Olímpico.

Independente disso, o Grêmio completa 47 jogos sem perder no seu estádio. Agora, o primeiro colocado no grupo 1 receberá o Inter de Santa Maria no Olímpico, no próximo domingo. Já o Porto Alegre seguirá buscando evitar o rebaixamento contra o Esportivo, em casa.

GRÊMIO 1 X 0 PORTO ALEGRE

GRÊMIO
Victor; Edílson, Mário Fernandes, Rodrigo e Bruno Collaço; Ferdinando, William Magrão (Adílson), Maylson (Bergson) e Hugo; Jonas e William (Mithyuê).
Técnico: Silas Pereira

PORTO ALEGRE
Fábio; Jackson, André Ribeiro, Alex Moraes e Mineiro (Hugo); Éverton, Caio, Dê e Thiago Corrêa (Muriel); Givaldo e Adão (Hiantony).
Técnico: Zaluar

Data: 06/03/2010, sábado
Local: estádio do Olímpico, em Porto Alegre
Árbitro: Ronaldo Santos da Silva
Assistentes: Renata Schafer e e José Javel Silveira
Público: 13.530
Renda: R$ 130.452,50
Cartões amarelos: Dê (P); Maylson (G), William Magrão (G) e Rodrigo (G)
Gols: William aos 8 do primeiro tempo;

do Uol Esportes.

Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: