slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Bruno Senna diz que ainda corre risco de não participar do GP do Bahrein

Bruno Senna ainda não sabe se fará sua estreia em corridas de Fórmula 1 no GP do Bahrein, que abre a temporada 2010 neste domingo. Como a Hispania não conseguiu resolver seus problemas financeiros a tempo de participar dos testes coletivos da pré-temporada, o carro da equipe terá de passar por uma série de testes ao longo do final de semana. Dependendo da quantidade de problemas enfrentados, a estreia de Senna pode ser adiada.

Perguntado sobre a chance de o time espanhol não participar da prova, o piloto disse que a possibilidade existe, mas espera dar pelo menos algumas voltas na pista de Sakhir. “Claro, se o carro começar a apresentar muitos problemas, um atrás do outro, é capaz de a gente não conseguir fazer muitas voltas na corrida. Mas a gente acredita. O motor já funcionou hoje [quarta], não teve nenhum vazamento ali, então agora o trabalho é finalizar todos os sistemas do carro”, disse Senna à rádio Jovem Pan.

“Amanhã teremos esse trabalho na parte eletrônica do carro. A gente espera fazer a volta de instalação na sexta-feira de manhã, que é uma coisa que você faria num dia x do ano, numa reta, mas a gente vai fazer tudo aqui, na primeira corrida da temporada”, falou o piloto sobre o carro produzido pela Dallara.

Senna admitiu que chegou a temer pela participação da Hispania no campeonato. O que, consequentemente, adiaria seu sonho de chegar a Fórmula 1. “Com certeza, logo antes do [Colin] Kolles entrar no jogo, as coisas estavam um pouco difíceis e achei que não fosse acontecer”, disse o sobrinho de Ayrton Senna, se referindo ao alemão Colin Kolles, que substituiu Adrian Campos no comando da equipe.

“Ele [Kolles] entrou e fez um trabalho fantástico, conseguiu junto com a equipe achar as coisas que eram essenciais e as que não eram essenciais, colocar tudo que precisava no carro e fazer funcionar. E agora a gente está aqui”, explicou Bruno Senna.

No entanto, as mudanças sofridas pela equipe durante o processo de sua “salvação financeira” fez com que Bruno Senna corresse o risco de ficar fora do time, mesmo se o resultado fosse positivo, como aconteceu.

“Nunca teve garantia, a Fórmula 1 é assim. Se você não estiver no lugar certo na hora certa, você se ferra. Mas tenho um contrato válido com a equipe, e agora estamos tentando ajudar o time com um novo patrocínio, como sempre fizemos. Então, as coisas continuaram as mesmas para mim”, falou.

Aliviado e com muito trabalho pela frente, Bruno comemorou sua chegada ao circuito de Sakhir para a primeira corrida do ano. “Estou super contente, empolgado de estar aqui no Bahrein depois de tanta dúvida e sofrimento que tivemos nos últimos meses. Trabalhamos passo a passo para conseguir colocar o carro na pista na sexta-feira.”, finalizou o piloto da Hispania.

Uol Esportes - Fórmula 1.
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: