slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Futebol gaúcho tenta se reerguer após rodada trágica nas séries A e B

O futebol gaúcho foi atropelado pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, tanto na Série A como na B, e ficou em situação complicada, faltando agora apenas cinco jogos para o final da temporada. O Inter perdeu em casa para um candidato ao rebaixamento, o Botafogo, por 1 a 0. O Grêmio levou 2 a 0 do Santo André, time de pior ataque do Brasileirão e que está entre os quatro últimos da tabela. E na "B" o Juventude - no jogo que abriu a rodada na terça-feira - levou 1 a 0 do Bahia, adversário direto na luta contra o rebaixamento à Série C, jogando em Caxias do Sul.

Diante de tal desempenho, nos três clubes a semana começa com um feriado que tem bem a cara de "finados" e com dirigentes, jogadores e comissões técnicas preocupados em reagir para acalmar torcidas revoltadas. A rebelião foi maior no Beira-Rio, onde o antes candidato forte ao título, o Inter, ficou na 5ª posição e agora até mesmo uma vaga na Libertadores da América ficou difícil de ser alcançada.

Centenas de torcedores fizeram plantão, depois do jogo, no pátio do estádio, tentando esfregar notas de dinheiro na cara dos jogadores e principalmente dos dirigentes, atiraram moedas contra eles, e obrigaram os seguranças do clube a agirem e até a pedirem uma força dos soldados da Brigada Militar. "Eles estão com a razão, vamos querer aplausos depois de perder em casa?", perguntou o treinador Mário Sérgio. Mas ele não atira a toalha e mesmo estando agora a seis pontos do líder Palmeiras, faltando só cinco rodadas para o fim, diz que "não vou mudar meu discurso, ainda acredito no título". A recuperação terá de começar contra o Barueri, no final de semana, no interior paulista.

Torcida revoltada foi o que também encararam os atletas do Grêmio em Santo André. Tricolores que viajaram de Porto Alegre até o ABC paulista para apoiar a equipe, não contiveram a frustração e a externaram xingando os atletas que sofreram 2 a 0 - e poderiam ter levado mais - do Santo André. "Eu até aceito as vaias e os gritos, mas chamar de mercenário, aí não, pois estou fazendo o que posso e o que gosto, com profissionalismo", reclamou o meia Souza.

Com a derrota o Grêmio ficou ainda mais distante do G-4, sonho que restou ao clube neste final de 2009. O time tem 47 pontos, sete a menos que o Flamengo, primeiro que hoje estaria garantindo vaga na Libertadores e, o que é pior, terá pela frente nos cinco jogos que faltam, quatro times que estão entre os candidatos ao título: São Paulo, Cruzeiro, Palmeiras e Flamengo. O treinador Paulo Autuori, acuado, não desanima: "O time reage bem nessas situações".

Mas a situação pior é mesmo a do Juventude. O clube de Caxias do Sul chega na reta final do Brasileiro da Série B ameaçado de rebaixamento. Depois da derrota para o Bahia, ficou com 40 pontos, só quatro a mais que o primeiro que está hoje caindo para a Série C, que é o América do Rio Grande do Norte. Para complicar, a próxima partida será no Rio de Janeiro, contra o Vasco da Gama, que está motivado com a possibilidade de comemorar matematicamente seu retorno à Série A com uma vitória.

O treinador Ivo Wortmann, que foi o quarto a comandar o time neste campeonato e faz o que pode para safar o clube da queda, acredita que o time seguirá na Série B. "Ainda depende só de nós", afirmou ele depois da derrota para o Bahia. Mas se Ivo ao menos procura demonstrar ânimo e transmitir entusiasmo ao grupo, o mesmo não acontece com a desesperada diretoria do clube. É preciso definir quem passará a presidir o clube a partir do final deste ano, e ninguém se apresenta para concorrer, o que faz o Alviverde parecer um barco à deriva.

do Uol Esportes.
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: