slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Em razão das chuvas, RS tem 40 cidades em situação de emergência e 7 rodovias interditadas

As chuvas dos últimos dias no Rio Grande do Sul já deixaram aproximadamente 8.000 desalojados e 1.500 desabrigados pelas enchentes, de acordo com a Defesa Civil do Estado. O número de cidades em situação de emergência subiu nesta terça-feira (24) para 40, com os decretos nos municípios Santa Rosa, Mato Queimado, Boqueirão do Leão e Rosário do Sul.

Sete rodovias do Estado estão com trechos interditados após as chuvas causarem danos. Na RS-832, o trânsito ocorre em meia pista no km 14 em razão da ruptura de um bueiro. Já na RS-550, altura do km 17, a pista está totalmente interditada nas proximidades do entroncamento com a R$ 561.

No km 32 da rodovia RS-566 a pista também está totalmente interditada, assim como no km 11 da RS-149 e nos km 12 e 16 da RS-630. A BR-116 está completamente interditada no km 202 (município de Picada Café) e no bloqueada no sentido sul no km 517 (entre Pelotas e Capão do Leão). A RS-350 estava fechada no município Dom Feliciano, mas foi liberada hoje.

Mais atingido pelos temporais que assolam o Estado há uma semana, o município de Rosário do Sul vai solicitar alimentos, água, cobertores e kits de limpeza à Defesa Civil estadual para o atendimento aos 2,2 mil desabrigados e 240 desalojados. A cidade contabiliza mais de 35 mil moradores prejudicados direta ou indiretamente pela chuva.

Cerca de 440 casas foram atingidas pela cheia do rio Santa Maria, que está 6,8 metros acima do nível normal. A previsão para hoje é de que chova aproximadamente 7 milímetros. A Defesa Civil alertou para a ocorrência de novos temporais nas regiões oeste, central e norte do Estado na tarde desta terça-feira (24.

Aproximadamente 14,5 mil clientes permanecem sem abastecimento de energia elétrica luz no Rio Grande do Sul. Só na área de fornecimento da AES Sul, são 13 mil clientes prejudicados nas regiões da fronteira e central devido ao temporal da madrugada de domingo (22). Nesta terça-feira, houve o desligamento da energia de pelo menos 4,8 mil residências por medida de segurança, em função das cheias dos rios.

A CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica) registra ainda 1, 5 mil pontos com falta de luz. Os problemas estão nas cidades de Santo Antônio da Patrulha, Balneário Pinhal, Palmares do Sul, Terra de Areia, Torres e Tramandaí, todas no litoral do Estado. Também há residências sem luz nas áreas rurais de Alvorada e Viamão, região metropolitana de Porto Alegre.

*Com informações de Flávio Ilha, especial para o UOL Notícias, no Rio Grande do Sul
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: