slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

No 'até logo' às eliminatórias, Brasil pega Venezuela por melhor campanha

A seleção brasileira se despede, nesta quarta-feira, das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo. Mesmo já classificada para o Mundial, a equipe comandada por Dunga pensa apenas na vitória contra a Venezuela, no estádio Morenão, em Campo Grande, a partir das 19h (de Brasília), para conseguir, de quebra, a melhor participação do país na competição.

Desde que as eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo passaram a ser disputadas em pontos corridos, a melhor pontuação do Brasil foi para o último Mundial, quando terminou em primeiro, com 34 pontos. Se vencer os venezuelanos, o atual time chegará aos 36 e pode repetir esta colocação, dependendo do resultado da partida do Paraguai.

"Os quatro primeiros colocados nunca estiveram tão próximos. Até o jogo passado, oito seleções estavam na briga por vagas. As equipes aprenderam a disputar as eliminatórias, contratam treinadores, deram estrutura, e por isso foi uma competição muito complicada. Felizmente conseguimos a classificação antecipadamente, então tudo saiu como havíamos colocado no papel", analisou o técnico Dunga.

Porém, se não quebrar esta marca de pontos neste ano, o Brasil só poderá voltar a lutar por isso em 2015. Como o país irá receber a Copa do Mundo de 2014, a seleção brasileira não precisará disputar as próximas eliminatórias, já que está classificado automaticamente por ser a sede.

Independentemente desses dois aspectos, muitos jogadores encaram a partida contra a Venezuela como a última oportunidade para convencer o técnico Dunga e ganhar uma vaga no concorrido grupo que vai ao Mundial da África do Sul. Do atual elenco, seis atletas estão especialmente motivados (Miranda, Adriano, Diego Tardelli, Diego Souza e Victor), já que o treinador da seleção avisou que não deve convocá-los para o amistoso contra a Inglaterra, em novembro. Depois, o Brasil realizará apenas um jogo antes da lista final para a Copa, agendado para março.

Dos postulantes "brasileiros" ao Mundial, no entanto, apenas Miranda será titular contra a Venezuela. O zagueiro do São Paulo repetirá a dupla com Luisão, já que os supostos titulares da posição, Lúcio e Juan, foram cortados dos últimos jogos por contusão.

No meio-campo, local que, teoricamente, ainda resta ao menos uma vaga aberta para Copa, Elano e Lucas disputam um lugar no time, uma vez que Daniel Alves, que enfrentou a Bolívia, no último domingo, está suspenso. Diego Souza, que foi titular em La Paz, dará lugar a Kaká, poupado do último confronto.

Já no ataque, outro setor que a briga está aberta, Nilmar levará vantagem sobre seus concorrentes particulares (Adriano e Diego Tardelli). O ex-atacante do Internacional marcou quatro gols nos dois últimos jogos e, sem Robinho, que está contundido, jogará ao lado de Luis Fabiano. O jogador do Sevilla, por sinal, terá uma motivação a mais para a partida contra a Venezuela.

"A melhor maneira de um atacante ajudar a sua equipe é fazendo gols, e se eu marcar vou ter a oportunidade de ser o artilheiro", disse o Fabuloso, que é o principal goleador das eliminatórias, com nove gols.

A Venezuela, que realizou apenas um treino em Campo Grande, já que o programado para a última segunda-feira foi cancelado devido às chuvas, jogará somente para cumprir tabela. A equipe comanda por César Farías já não tem mais chances de ir para a Copa do Mundo, mas mesmo assim o treinador deve promover algumas alterações em relação ao confronto do último fim de semana.

Da última equipe, é provável que Jaun Fuenmayor, Luis Manuel Seijas e César González deixem o time. Em compensação, Ronald Vargas e Pedro Fernández treinam separadamente do restante do elenco e são dúvidas.

BRASIL X VENEZUELA

Data: 14/10/2009, quarta-feira
Horário: às 19h (de Brasília)
Local: estádio Pedro Pedrossian, o Morenão, em Campo Grande (MS)
Transmissão na TV: Globo, Bandeirantes, Sportv e ESPN Brasil
Árbitro: Victor Carrillo (PER)
Auxiliares: César Escano e Luis Abaddie (ambos do Peru)

Brasil
Júlio César; Maicon, Luisão, Miranda e André Santos; Gilberto Silva, Ramires, Elano (Lucas) e Kaká; Nilmar e Luis Fabiano
Técnico: Dunga

Venezuela
Vega; Chacón, Rey, Vizcarrondo e Boada; Arango, Di Giorgi, Lucena e Rincón; Moreno (Rondón) e Maldonado
Técnico: César Farías

Do portal Uol.

Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: