slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Zelaya afirma que escolheu embaixada do Brasil porque país é exemplo de democracia

O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, assegurou nesta quinta-feira que escolheu se refugiar na Embaixada do Brasil em Tegucigalpa por considerar o país um "exemplo de democracia".

Zelaya explicou que em seu retorno a Honduras não teve opção de ir a outras embaixadas como a da Argentina ou a da Venezuela, já que o corpo diplomático desses países foi expulso de Tegucigalpa pelo governo de fato.

O mandatário deposto, que retornou ao país 86 dias depois de sofrer um golpe de Estado, garantiu que, apesar de saber que no momento sua vida corre risco, tem a esperança de que a ordem constitucional seja restabelecida no país.

— Sabemos que estamos em perigo. Invadiram as casas ao redor da embaixada, lançaram bombas de gás lacrimogêneo em cima do teto da embaixada, tiraram as pessoas a tiros, há pessoas feridas. O país está militarizado — denunciou Zelaya em entrevista à Radio Caracol, da Colômbia.

O mandatário deposto também destacou que seu único objetivo é "restaurar a paz e a democracia que foram interrompidas por um golpe de Estado".

Para isso, pediu ajuda da comunidade internacional "para que atue com a devida prudência, porém também com energia, com o objetivo de por um limite neste regime repressivo que nasceu em Honduras".

Zelaya reiterou ainda suas denúncias de que o governo de fato "violou os Direitos Humanos, censurou a imprensa e tomou o poder pelas armas", fazendo "o povo hondurenho refém em seu próprio país".

Com o golpe de Estado contra Zelaya, realizado no dia 28 de junho, Honduras era governada por Roberto Micheletti, nomeado pelo Congresso Nacional para o lugar do ex-mandatário.

A designação de Micheletti, contudo, não foi reconhecida pela comunidade internacional, que exige a restituição da presidência a Zelaya. Ontem, após 15 horas de viagem, ele retornou a Tegucigalpa e foi acolhido pela Embaixada do Brasil na capital hondurenha.

A sede da diplomacia brasileira no país foi cercada pelas forças de segurança do regime de Micheletti.

Informações do Jornal Zero Hora.
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: