slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

Grêmio precisa vencer três a cada quatro jogos para ir à Libertadores

Faltando 12 jogos para cada time no Brasileirão, é hora de a calculadora entrar em campo a cada rodada. Com os maus resultados de domingo, e o acúmulo de tropeços recentes, a dupla Gre-Nal não vê boas notícias na matemática. No Grêmio, há três meses estagnado entre a sexta e a oitava posição, buscar uma vaga na próxima Libertadores vai exigir uma melhora significativa. Isto porque a concorrência é forte — cinco pontos para cima separam o time do G-4, mas quatro pontos para baixo separam o time do 13º colocado.

Critérios para projetar título e vaga na Libertadores:

1º) Para ser campeão, seriam necessários 75 pontos: 65,7% é o atual aproveitamento do Palmeiras

G-4) Para jogar a Libertadores 2010, a projeção aponta 66 pontos: o cálculo é feito sobre a performance de 45 pontos (57,6%), já que o quarto e o quinto colocados têm 44 pontos

Situação do Grêmio:

A conta é simples. Até agora o Grêmio ganhou 39 dos 78 pontos, ou seja, a metade. Para ser campeão, segundo a projeção atual, precisa de mais 36, com exatos 36 em jogo. Então, para levar o título, teria que ganhar todas. Em relação à Libertadores, precisaria somar mais 27. Isto significa obter 75%, ou vencer três em cada quatro partidas. Para chegar a este patamar, é preciso ter uma melhora de 50% no atual rendimento.

- A Libertadores está distante, mas temos condições de brigar pelo G-4. Depende só da gente. O título? Só secando os rivais - admitiu o meia Souza.

Uma vantagem do Grêmio: até o Gre-Nal terá três adversários da parte de baixo da tabela. Um bom aproveitamento nesta sequência dará ânimo para o restante do Brasileirão, quando há cinco confrontos diretos. A desvantagem está em seu trauma de vencer longe do Olímpico.

Informações do Globoesporte.com
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: