slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

"Cinema Falado" reúne citações de filmes que se transformaram em bordões


"Cinema Falado" (Casa & Palavras), do publicitário Renzo Mora, reúne uma série de citações memoráveis de filmes, organizadas cronologicamente e ilustradas aqui e ali com fotos em branco-e-preto. O subtítulo "As melhores (e as piores) frases do cinema de todos os tempos" poderia ser aplicada ao próprio livro, que traz um generoso prefácio do jornalista e crítico Celso Sabadin e uma apresentação do autor que, ao bem de sua reputação, poderia ter se perdido na gráfica.

Se Mora tem um talento está na capacidade de reunir frases saborosas do cinema, desde o famoso "Eu Tarzã, Você Jane", proferido pelo atlético Johnny Weissmuller para a belíssima Maureen O'Sullivan em "Tarzã, O Homem Macaco" (1932), até o seminal "Pede pra sair" do capitão Nascimento interpretado por Wagner Moura em "Tropa de Elite" (2007). O jornalista não se furta a colocar as frases mais óbvias, como o delicioso "Está fora do meu controle" (It's beyond my control!) entoado como um mantra por John Malkovich ao romper com Michelle Pfeifer em "Ligações Perigosas" (1988).

Mas o autor não esquece o cinema brasileiro clássico. Dos filmes de Glauber Rocha, há muitas frases já esquecidas pela dificuldade de preservar a nossa memória. O "Se entrega, Corisco!" dito por Mauricio do Valle, o assassino Antonio das Mortes, em "Deus e o Diabo na Terra do Sol" (1964). Ou "Estão vendo o que é o povo? Um imbecil, um analfabeto, um despolitizado...", indignação de Jardel Filho como o jornalista e poeta Paulo Martins de "Terra em Transe" (1967).

"Cinema Falado" traz no "lado b" um "livro-bônus", "25 Filmes que podem arruinar a sua vida!". Trata-se de um compêndio, com ficha técnica e uma breve análise de fracassos manjados como "Howard - O Pato", "Ishtar" e "Mulher Gato". O curioso está no fato de que o autor mantém a mesma determinação na escolha de frases lapidares. "O dia em que eu morri foi o dia em que comecei a viver", de Halle Barry no papel de Mulher-Gato, no filme homônimo, é uma delas.

Informações do Uol Cinema.
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: