slider

Recent

Tecnologia do Blogger.
Navigation

GM anuncia investimento de R$ 2 bi no Brasil e expansão de fábrica no RS

A General Motors do Brasil anunciou hoje ao presidente Lula o investimento de R$ 2 bilhões no país, o que inclui a expansão da sua fábrica em Gravataí (RS) para produção de uma nova família de veículos.

Esse é o primeiro investimento da montadora no Brasil depois do processo de reestruturação da sua matriz nos EUA, que foi encerrado na semana passada.

Cerca de 50% do investimento será feito com recursos próprios da GM do Brasil. O restante virá de bancos estatais. Já estão no projeto o Banrisul e o BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento Econômico) e há negociações com o BNDES.

Serão investidos R$ 1,4 bilhão no desenvolvimento dos veículos e na ampliação da fábrica, que é responsável hoje pela produção do Celta e do Prisma. Os outros R$ 600 milhões serão destinados a outras operações no Brasil.

A fábrica será responsável pela produção de uma nova família de veículos da montadora, batizada de projeto Ônix, que tem design e engenharia brasileiros.

Inicialmente, serão fabricados dois novos modelos, para posterior aumento dessa linha. São veículos pequenos e que vão ficar acima da linha Celta, que é hoje o modelo básico da empresa.

Empregos

A expectativa da empresa é de uma geração de 1.000 empregos diretos e até 7.000 indiretos no país. Em 2009, serão feitos os investimentos em desenvolvimento tecnológico dos novos veículos, ainda no centro da empresa em São Caetano (SP). A partir de 2011, começam as contratações para iniciar a produção dos veículos em Gravataí, que começam a sair da fábrica em 2012.

O novo investimento vai aumentar a produção local de Gravataí para 380 mil veículos, a partir dos atuais 230 mil. Com isso, a GM espera chegar a 2012 com uma produção nacional superior a 1 milhão de carros. Hoje, está entre 800 mil e 900 mil.

O presidente da GM do Brasil, Jaime Ardila, afirmou que os veículos serão destinados ao mercado brasileiro e também à exportação para o Mercosul e outros mercados, como a África do Sul.

Afirmou também que esse investimento no Brasil já estava sendo preparada muito antes do processo de concordata nos EUA. Ele reafirmou também a independência da filial brasileira em relação à matriz.

"A reestruturação da GM nos EUA já foi completada. Isso já ficou no passado. No caso da GM do Brasil, não éramos parte do processo de reestruturação. O anúncio feito hoje já estava sendo preparado há muitos meses."

Vendas

O presidente da GM disse que espera fechar 2009 com um novo recorde de vendas no Brasil, 600 mil veículos. No ano passado, recorde anterior, foram vendidos 549 mil unidades.

Ardila afirmou que a redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) e a retomada do crédito, principalmente com a ajuda dos bancos estatais, foram fundamentais para a retomada das vendas no país após a piora na crise econômica no final do ano passado.

"Se os bancos estatais não tivessem financiado os clientes e os bancos privados não tivessem voltado ao mercado, seria muito difícil manter as vendas. Houve duas coisas importantes: IPI e crédito."

Informações da Folha Online.
Compartilhe
Banner

Ítalo Dorneles

Mudei o meu perfil do blogger. Agora estou utilizando este aqui: https://draft.blogger.com/profile/12182443674733728583

Poste um comentário:

0 comments: